sábado, 26 de junho de 2010

Viagem na Maionese cinematográfica

Para aqueles que seguem meu blog, agora vou fazer uma senhora viagem na maionese. Inspirada no meu post anterior, fiquei imaginando uma pequena história. Com esse tanto de filmes de encontros insólitos fiquei pensando como seria um filme com alguns encontros realmente insólitos.

Freddy está se sentindo meio desolado, sem adolescentes para sacanear durante o sono, já que os pobres coitados passam mais tempo na net e não dormem direito e, o pior, nem sonham. Ele resolve acordar o velho Jason de seu sono profundo pra assustar a galera e ver se eles ficam com medinho e voltam a ter pesadelo, não dá muito certo. Um bando de adolescentes filhinhos de papai, sem nada o que fazer, encontram com o Jason e, pensando que é um morador de rua, espacam ele e põe fogo em seguida. E tudo isso acontece numa sexta feira de Haloween. Por ser noite das bruxas, um tal de Mike Myers está passando na hora e vê tudo aquilo acontecendo e resolve passar o facão em todo mundo. Aí, a galera morre, junto com o Jason que morre (finalmente) também e Freddy que ainda estava sem ter o que fazer vão parar no inferno e são atormentados pelos cenobitas liderados pelo Pinhead, que cria vários jogos mortais para os participantes. No entanto, Freddy consegue escapar e arrasta o Pinhead junto com ele e vão parar num passado distante e Pinhead é retalhado por um cara com uma serra elétrica no lugar da mão, chamado Ash. Freddy novamente consegue escapar e vai parar por acidente nos pesadelos do padre Karras, que fora chamado no dia anterior para fazer o exorcismo de uma menina de 12 anos. Ele tenta entrar nos pesadelos da menina Regan, mas não dá muito certo, pois Pazuzu o expulsa dos seus sonhos. Então Freddy volta a ficar sozinho, já que uma epidemia transforma as pessoas do mundo inteiro em zumbis que não dormem e muito menos sonham.

Bom, acho que o nome do filme poderia ser "Pesadelos do Terror", ou se alguém tiver uma sugestão melhor, deixa nos coments. Sei que ficou um monte de criatura de fora, mas todo filme de terror que se preze tem que ter pelo menos mais 5 continuações, normalmente a qualidade começa a cair no terceiro, mas sempre dá pra imaginar mais coisas...

2 comentários:

Centurychild disse...

Puta merda..agora eu viajei feio mesmo..nao entendi nada. Mas a ideia parece bem revolucionaria. te aconselho a tentar vende-la para o Stephen Norrington (diretor de A liga extraordinaria) , ele com certesa vai adorar.

Anônimo disse...

amor, tá certo q vc viaja muito, mas essa foi demais! Só vc mesma pra viajar na maionese juntando "astros" de filmes de terror!