quarta-feira, 30 de abril de 2008

Que papelão, ein...


Que papelão ein, Sr. Ronaldo? Agora está sem a namorada, com fama ruim e a tal Andréia ainda está se achando...

A volta dos que não foram

Estou de volta e não estou mais revoltada. Desculpem, caros leitores, mas tem coisa que estressa a gente. Mas como essa coisa de ficar revoltada é pra adolescente (adulto fica no máximo indignado), voltei ao meu normal.
Então, voltemos...
Mais um feriadão na área. Feliz daquele que pode emendar tudo e ir curtir o de sempre: viajar pra casa da sogra com a família, enfrentando estrada cheia de buraco e arriscar perder a paciência, um eixo, um pneu, etc, ou ir fazer aquele churrascão na casa de alguém, alugar aquele monte de filme, entre eles um pornô, e ficar assistindo aquilo tudo nesses dias de ociosidade, de bermuda, chinelão e a com aquela barriguinha aparente de fora. Dormir até mais tarde é de lei. Isso não pode faltar cama no fim de semana prolongado, seja sozinho ou acompanhado e na segunda-feira chegar com cara de sono e não render nada no serviço. Mas antes chegar com cara de sono (e com sono) do que com ressaca. Não tem nada pior que ressaca na segunda-feira, nem mesmo doença, pois isso sempre se dá um jeito com atestado médico, agora ressaca não tem jeito. Não tem como ligar para o patrão e dizer que não vai trabalhar porque encheu o caneco e agora não se agüenta em pé e nem adianta pedir atestado no pronto-socorro que não rola, a não ser que invente um doença, como labirintite, cujos sintomas são bem parecidos com uma ressaca das brabas.
Desejo a todos que vão emendar o feriado, um ótimo feriadão, para os que não vão, sei como se sentem...
Até o próximo, longos dias e belas noites.

Mais um brasileiro em LOST

terça-feira, 29 de abril de 2008

...

Não sei o que está acontecendo comigo, sei que ando séria ultimamente, mas prometo corrigir isso.

"Fazer o que, né?"

Estava vendo a notícia sobre Ronaldo, o Fenômeno (que de fenômeno já não tem tanto assim) e fiquei meio confusa. O cara pode ter a mulher que quiser, quer dizer, quase qualquer uma. Namora com modelos internacionais e vai buscar aventuras em esquinas? Mas por outro lado, até entendo, vai que engravida alguém e depois vem a pensão pro Junior, enfim, mais seguro.
Do outro lado da história está o travesti que desencadeou o escândalo. Como disse um amigo meu, quando for na semana que vem estará no Superpop. Não duvido. Como disse no post anterior, a mídia é famigerada, quer tudo e todos, ninguém pode ter uma vida secreta, eles fazem de tudo pra descobrir qualquer podre das pessoas e armar um circo inteiro ao redor do menor fato possível.
Esses programas de TV ditos "femininos" são uma afronta à inteligência feminina. Só se tem fofocas (e na maioria expande o assunto quase o programa inteiro), algumas receitas que dificilmente vamos fazer na vida, entrevistas fúteis com gente fútil, etc. Não tenho muito tempo para assistir televisão, mas quando eu posso, na maioria das vezes fico mudando de canal pra ver se acho alguma coisa interessante e descubro que as propagandas comerciais, conseguem ser mais criativas do que os programas em si, no fim das contas, acabo lendo um livro. Apesar que tem uma rede de TV aberta que está despontando com programas até inteligentes e interessantes (menos novelas) e fazendo concorrência com a Rede Bobo, a Record ainda vale a pena. É uma boa opção, já que a rede do tio Silvio não respeita o telespectador alterando a sua grade com freqüência e não sabe escolher os programas certos.
Enfim, o povo brasileiro é um povo bom, mas se deixa se levar pelo que vê na TV e se alienar cada vez mais. Mas tudo bem, o Quatro-Dedos disse que está tudo bem, tudo está tranqüilo...

Haja paciência

Só para variar, vou fazer um post sério hoje.
Estava vendo que a TV anda dando mais importância a certas coisas do que outras igualmente graves e chocantes. Exemplo disso é o caso da menina Isabella. Está certo que foi realmente um crime bárbaro, mas não precisava armar esse circo todo. A mãe da menina ganhou status de celebridade (não por vontade própria, tenho certeza que tudo que ela queria é a filha de volta) enquanto que o pai o de um monstro que substitui a Suzanne Von Não-sei-o-que (pra quem não se lembra, já que a TV deixa a memória das pessoas um pouco curta, é aquela p**** que matou os pais), aliás, alguém se lembra dela e sabe o que aconteceu com ela, se está presa, no que deu o julgamento? E o tal Guilherme de Pádua e a mulher dele, alguém sabe o que aconteceu com eles? A mídia (vide: Rede Globo) dá atenção demais a um determinado caso e fica nele até surgir "algo mais interessante", então parte pra outra e de vez em quando cede alguns minutinhos pra dizer algo sobre o que passou.
Outra coisa é o trabalho investigativo da polícia. Quem dera que trabalhassem com tanta velocidade e afinco em todos os casos que surge. Um espetáculo digno de episódio de CSI (pra quem não conhece é uma ótima série onde um grupo de detetives resolvem os casos mais escabrosos usando ciência, tecnologia e dedução).
O que aconteceu com essa menina foi trágico, foi trise, mas só que tem muita coisa ruim acontecendo, tem mais crianças morrendo e da pior maneira possível, um pouco de cada dia, tem gente passando fome, tem meninas se prostituindo, tem adolescente fora da escola e com arma na mão, tem muita mais coisa fora do que é maqueado nesses telejornais que só informam pela metade e não fazem nem um esforço de tentar fazer as pessoas pensarem e formarem opinião própria, enquanto isso um presidente sorridente, de fala mansa e que prefere dar o peixe do que ensinar a pescar diz que tudo vai ficar bem e que não precisamos nos preocupar...
Fica aqui registrado a minha revolta.
Sou brasileira com muito orgulho, mas tem hora que, sinceramente, minha vontade é mandar muita gente, entre políticos, editores de jornais, amantes de novela e bigbrother, entre outros pra...

domingo, 27 de abril de 2008

Os pequenos prazeres da infância

Estava relembrando outro dia das coisas que as mães da gente nos faziam tomar quando éramos crianças. Remédios para todos os fins.
A minha infância se passou nos anos 80, então algumas coisinhas existem ainda, mas com uma nova carinha, pois na minha época o Biotônico Fontoura não tinha sabor de laranja e era álcool puro, acredito que muitos alcoólatras iniciaram seu vício no bom e velho abridor de apetite. Deve ser até engraçado no AA, alguém dizer "oi, meu nome é fulano e comecei meu vício com Biotônico Fontoura". Era só exagerar na dose que a gente ía pra escola um pouquinho mais feliz, mesmo porque muitas pessoas dizem que uma bebidinha antes do almoço é bom para abrir o apetite, o famoso aperitivo. E qual a função dessa bebida aliciadora? É justamente um aperitivo. E depois dizem que os pais sabem o que é melhor para os filhos. O moleque se torna um pinguço e os pais se perguntam onde foram que erraram. Eles não erraram, afinal, um aperitivo faz bem.
Isso só porque o moleque estava um pouco magrinho, a mãe já olhava pro menino e já dizia com tom choroso "meu filho tá tão magrinho, já sei, Biotônico Fontoura" enquanto que hoje elas dizem "meu filho tá tão gordinho, já sei, nutricionista".
Outro que me dá arrepios só de lembrar é o tal óleo de fígado de bacalhau. Aquela imagem em alto relevo de um homem com um peixe maior que ele na embalagem me deixava em pânico. Imagine, pega-se o fígado de um peixe (que depois de seco e salgado até a alma custa os olhos da cara, não só os olhos, como nariz, boca...) e extrai-se a gordura daquilo. É totalmente nojento. Não interessa se depois de tomar aquilo a gente botava até a comida nutritiva que havia comido e que foi ingerida graças ao aperitivo (pelo menos no meu caso era assim).
Calcigenol. Outra pérola infantil. Poxa, o que custava dar mais leite e deixar o moleque tomar mais sol? Pelo menos não era tão ruim e nem nojento.
Fora os xaropes, chazinhos mais variados (alguns até estranhos), pastilhas, tudo podia se curar com uma injeçãozinha qualquer.
Quando tiver meus filhos vou tratá-los com carinho e amor e não forçar-los a tomar gordura de peixe liquefeita ou iniciá-los no alcoolismo. Apenas um conselho: alimentação balanceada não faz mal a ninguém.

Ah, e coca mata...

Novela da globo também mata... os neurônios!

sexta-feira, 25 de abril de 2008

O pão nosso de cada dia

Uma amiga colocou no msn dela a seguinte frase: "Falta pão, o pão nosso de cada dia, sobra pão, o pão que o diabo amassou..."
Infelizmente, devemos concordar. Os cereais estão indo às alturas! Conseqüentemente todos os derivados. Pelo menos tem um lado positivo: pode-se fazer um regime legal, pois vamos ter que cortar arroz, pão (ainda bem que pão-de-queijo não é feito de farinha de trigo e sim de polvilho que é à base de mandioca e gente plantando mandioca é o que não falta), bolachas e, infelizmente, biscoitos, bolos e tortas, além de outras coisinhas incrivelmente saborosas, mas feitas com farinha de trigo e que nos fazem desistir de qualquer dieta. O que há de se fazer a não ser apelar para a velha saladinha de alface e tomate. E pelo jeito que andam as coisas, agora mesmo estaremos disputando o pasto com as vacas e aproveitando uma distração delas para pegar um pouquinho de leite, já que o leite tratado anda um absurdo também (não sabia que soda caústica e água oxigenada estavam tão caras, já que era isso que muitas empresas estavam usando para deixar nosso leitinho mais "nutritivo" ou seria "destrutivo", será que esse povo não pensa, se as pessoas beberem isso, vão morrer e se morrerem não vão ter consumidores - lei da oferta e procura).
Então no embalo, vou indicar algumas dietas para bolsos bulímicos ou anoréxicos:
Dieta do pão: só coma pão-de-queijo e aproveite enquanto o café ainda não aumentou e beba moderadamente. Esse alimento mineiríssimo altamente nutritivo (sic) pode ser encontrado em qualquer padaria fuleira da esquina ou no boteco do seu zé, mas nesse caso, cuidado com a procedência que pode ser altamente perigosa.
Dieta inversa da carne: não coma carne de espécie alguma, nem mesmo de gato que é vendida pelo churrasqueiro da feira, mesmo que ele jure de pés juntos que é de legítimo gato siamês.
Dieta do macarrão: essa é a dieta utilizada por 11 entre 10 homens jovens e solteiros que acabaram de sair da casa da mãe. Baseada no consumo de macarrão instantânea, mais conhecido como miojo.
Além de muitas outras dietas como a Dieta da Lua (somente se alimentar sob a luz do luar - variação: só comer itens que cresçam a noite - sem trocadilhos, por favor) ou Dieta da Sopa (variante da Dieta do Macarrão, permitindo as versões em sopa do miojo).

Um outro lado bom é que a obesidade pode deixar de ser um mal, já que tem tantos gordinhos que não conseguem fechar a boca, mas quando o bolso começar a emagrecer e chegar a níveis perigosos de anorexia, aí sim, a solução é partir pra uma dieta rigorosa.

quinta-feira, 24 de abril de 2008

Balança Brasil!

De volta ao meu adorado blog, começo falando sobre essa onda sísmica que assola nosso Brasil.
Antigamente poderíamos dizer: moro no paraíso, aqui não tem furacão, nem terremoto, nem nada daqueles desastres naturais que acontecem nos outros países (como se inundações, seca, geada e o um presidente com quatro dedos não fossem desastres).
Sou mineira com muito orgulho e, sinceramente, tenho pena do pobre carioca. O infeliz além de se preocupar em chegar em casa vivo e com todos os seus pertences intactos, já tem medo de ficar dentro de casa e levar uma bala perdida e agora tem que se preocupar se a casa vai ou não cair em cima dele.
Disseram que o sismo mais forte, o de 5.2 naquela escala que ninguém consegue saber o nome direito, só porque o tal Richter não era brasileiro (que segundo a Wikipédia, o tal Richter elaborou, juntamente com outro cara, um sistema de leitura de terremotos), foi sentido na nossa terra do pão-de-queijo e da pincumel. Há algum tempo houve um em Minas, inclusive com vítima e no sul, um tornado. Ou seja, a coisa está ficando feia. O Brasil já está deixando de ser um paraíso.
Acho que nós podemos ir procurando outro paraíso para morar e deixar nossos adoráveis políticos por aqui, com o Brasil inteirinho para eles, quem sabe não se afogam numa futura maremoto. E juro que se tiver como salvar alguns, vou pensar muito, mas muito mesmo, antes de ajudar um ou outro gato pingado dando-lhes uma bóia infantil, afinal eu não sou má... só um pouquinho.

De volta!!!

Mil desculpas, galera!
Ando deixando o blog meio às moscas, eu sei, mas voltei a trabalhar depois dos outros 15 dias de férias e ainda estou colocando as coisas no lugar.
Aproveitem e entrem na comu do blog no Orkut aqui. Nota: meu namorado que criou (adoro esse menino hehe).

Ah, e dêem uma votadinha na enquete pra escolher o nome do porquinho cor-de-rosa, está quase acabando!

sábado, 19 de abril de 2008

Sinais dos tempos

Foi-se os tempos que relacionamento era uma coisa mais, digamos, fácil. O cara só precisava ir na casa da família da moça, se apresentar e pedir a mão da donzela em casamento, se aprovado pelo pai, a mercadoria era dele. Ainda bem que esses tempos se foram e que de preferência nunca mais voltem!
Viva a liberdade de escolha!
Nos nossos dias, ninguém é de ninguém, anda tudo tão meio que bagunçado que os pais já não sabem se amanhã a adorável filhinha vai lhes apresentar o namorado ou a namorada, se bem que há casos de namorados que seria melhor uma namorada.
Tenho quase trinta anos, uma pré-bazaquiana, mas prefiro ficar antenada com as coisas atuais e prefiro também não me prender a velhos preconceitos, mas tem coisa que eu não abro mão de pensar, como, por exemplo, criança deve brincar e estudar e só isso, não namorar. A molecada anda tão precoce que quase já posso ver o Governo Federal - Brasil, Um País de Bobos - fazendo campanha de distribuiçao de perservativos no jardim de infância.
Mas volto a insistir e bater na mesma tecla, a culpa é da TV (diferente de um amigo meu que me disse há muito tempo, que era culpa dos frangos com hormônio) que introduzem gratuitamente sexo em horário nobre. Tá certo, não precisa esconder, mas explica antes o que é, já que os pais estão ocupados demais vendo as novelas anteriores ao horário nobre. Como disse o sábio Roger (vocalista do Ultraje a Rigor): Bom! Vá lá, vai ver / Que é pelas crianças / Mas quem essa besta pensa / Que é prá decidir? / Depois aprende por aí / Que nem eu aprendi... / Tão distorcido / Que é uma sorte eu não / Ser pervertido (veja a letra completa aqui.)
É, talvez seja pelo bem (será??) das crianças, afinal, muitas delas já tem suas próprias crianças pra tomar conta.
Pra frente, Brasil! Crescei-vos e multiplicai-vos!!!

Ingrish

E depois dizem que o Português é uma das línguas mais difíceis do Mundo!!!

1. Módulo básico
Em português :
Três bruxas observam três relógios Swatch. Que bruxa observa que relógio ?
Em inglês :
Three witches watch three Swatch watches. Which witch watch which Swatch watch ?

2. Módulo avançado
Em português :
Três bruxas "travestis" observam os botões de três relógios Swatch. Que bruxa travesti observa os botões de que relógio Swatch ?
Em inglês :
Three switched witches watch three Swatch watch switches. Which switched witch watch which Swatch watch switch?

3. E agora para especialistas
Em português :
Três bruxas suecas transexuais observam os botões de três relógios "Swatch" suiços. Que bruxa sueca transexual observa que botão de que relógio Swatch suiço ?
Em inglês :
Three Swedish switched witches watch three Swiss Swatch watch switches. Which Swedish switched witch watch which Swiss Swatch watch switch?

quarta-feira, 16 de abril de 2008

Expô

Hoje começa mais uma exposição agropecuária na minha adorável cidade...
Há um mês que as lojas estão com botas expostas na vitrine, cartazes e outdoors, etc.
Tá na hora de tirar o mofo do chapéu, a camisa xadrez do armário e toda a breguice que se tem direito. Tá na hora de ver peão caindo dos touros e cavalos sofrendo luxações, fraturas, escoriações, etc e levantar levantando os braços, com um olho no público e o outro no bicho saltitante ali perto, rindo apesar da dor e torcendo pros palhaços darem um jeito no bicho pululante e, na maioria das vezes, perigoso.
Tá na hora de abrir a temporada de caça, isso porque onze entre dez solteiros que vão à expô vão caçar, tá certo que a maioria nem está solteiro. Basta o casal se separar pra um ir ao banheiro liberar toda aquela cerveja ingerida ou ir buscar mais cerveja, pra se aproximar algum interessado. Mas às vezes o "namoro de expô" rende seus frutos, conheço um casal que se conheceu na expô, se casaram e agora esperam a família aumentar...
Mas voltando ao assunto. Tá na hora de ver dupla sertaneja com calça tão apertada que até aparece as veias do s*** cantando modinhas que todo mundo sabe de cor (menos eu) e com a galera empoleirada naquelas arquibancadas que se for ver como foram feitas, até um ateu acredita em milagre divino.
Tá na hora de ir nos brinquedos do parque de diversões que, assim como as arquibancadas, se mantém inteiros às custas de milagre.
Tá na hora de agüentar aquele narrador chato fazendo versinhos que só as loiras, os pagodeiros, os funckeiros e os peões entendem.
E tá na hora de escolher a Rainha do Rodeio, o que ela faz eu não sei, mas vamos escolher uma linda garota de sorriso aberto e miolo mole.
Enfim, vamos nos divertir na Expô e mande o peão se segurar...

segunda-feira, 14 de abril de 2008

Continuem votando...

A Shell tem a carta arquivada.
Isto é FANTÁSTICO. NÃO TEM PREÇO, UMA RARIDADE!

A empresa Shell abriu seus arquivos e veio a conhecer o conteúdo de uma carta enviada por um consumidor, nos anos 80, ao seu Serviço de Atendimento ao Consumidor. Ela está transcrita na sua forma original, inclusive com os erros gramaticais.

Conheça a carta:

"Olá!Tenho um Corcel II 1986 a álco e sou cliente dos posto Shell.

Não abasteço em nenhum otro posto há mais de 5 ano. Tô escrevendo porque tô com uma dúvida na qual acho que vocês são os mais indicado a me ajuda. A . A chamada lei seca. Mas o trajeto que pretendo percorre no domingo é muito maior do que cabe dquestã é que tô progamando uma viage para domingo dia 27/10.

Nesse dia será realizado o 2º turno das eleição e mais uma vez vai tê a proibição de venda de alco da meia noite até a meia noite de domingoe alco no tanque do meu carro, já que não vai tê venda de alco, vô te que carrega em alguma vasilha o resto que segundo meus cálculo é um tanque e meio quase 100 litro .

Gostaria de sabe qual a vasilha mais segura pra transporta o alco ou se tem alguma outra solução pro meu pobrema. Pensei em talvez abastece com gasolina por que a proibição de venda é so de alco pelo que eu vi.

Caso a solução seja mesmo a de transporta o combustive a se usado, gostaria de sabe se algum posto de vocês na região da Grande ABC poderia faze um desconto por que eu vo está comprando mais de 150 Litro de alco no sábado.

Conto com a ajuda de vocês.

Assinado:

Luis Inacio da Silva
Torneiro Mecânico
São Bernardo do Campo/SP"

Resposta da SHELL:

Prezado Sr. Luis Inácio da Silva
Em retorno à sua carta, gostaríamos de esclarecer que a lei a que o senhor se refere, proíbe apenas a venda de bebidas alcoólicas nos dias de eleições e não a de combustíveis automotores.
Shell Brasil S.A. Petróleo

Domingão

Mais um domingão se vai.
Lá se foi mais um almoço em família, visita aos amigos, agüentar vizinhos com som de carro alto na rua, faustões e gugus, etc...
Nossa, TV dia de domingo é uma burrificação total. Tive a oportunidade de assistir um pouco de televisão hoje e só a pérola "Créu" foi ao ar no mínimo 4 vezes, daí já se pode ter uma idéia do que já havia passado e o que ainda estava por vir.
Se já não bastasse as novelas todo santo dia, programas de comédia q dificilmente nos fazem rir (lógico que nem todos são assim, existem ótimos comediantes no ar, pena que eles ficam espremidos entre outros que não são tão comediantes assim), desenhos animados que repetem indefinidamente, entre outras coisas da nossa adorável TV aberta.
Antigamente, cogitava-se que os aparelhos televisores emitiam ondas que poderiam "matar" o cérebro, agora acho que isso é real, porque não tem como assistir TV com freqüência sem ter nenhum tipo de morte cerebral ou, na melhor das hipóteses, um retardo mental e com muita sorte mesmo, apenas uma perda de atenção, como provou um estudo recente (leia a matéria aqui).
Hoje a noite vou encerrar assistindo A Terra dos Mortos de George A. Romero, que parece o que acontece aqui, só que o melhor nome seria A Terra dos Cérebros Mortos.

Bom fim de domingo...

sábado, 12 de abril de 2008

Como saber se está viciado em tecnologia

1. Você envia e-mail ou msn para conversar com a pessoa que trabalha na mesa ao lado da sua.

2. Você usa o celular na garagem de casa para pedir a alguém que o ajude a
desembarcar as compras.

3. Esquecendo seu celular em casa, coisa que você não tinha há 20 anos, você fica apavorado e volta buscá-lo.

4. Você levanta pela manhã e quase que liga o computador antes de tomar o café.

5. Você conhece o significado de naum, tbm, qdo, xau, msm, dps ...

6. Você não sabe o preço de um envelope comum;

7. A maioria das piadas que você conhece, você recebeu por e-mail (e ainda por cima ri sozinho...);

8. Você fala o nome da firma onde trabalha quando atende ao telefone em sua própria casa (ou até mesmo o celular !!);

Você digita o '0' para telefonar de sua casa;

10. Você vai ao trabalho quando o dia ainda está clareando, volta para casa quando já escureceu de novo;

11. Quando seu computador pára de funcionar, parece que foi seu coração que parou,

11. Você está lendo esta lista e está concordando com a cabeça e sorrindo.

12. Você está concordando tão interessado na leitura que nem reparou que a lista não tem o número 9.

13. Você retornou a lista para verificar se é verdade que falta o número 9 e nem viu que tem dois números 11.

14. E AGORA VOCÊ ESTÁ RINDO CONSIGO MESMO...

15. Você já está pensando para quem você vai enviar esta mensagem ..

16.Provavelmente agora você vai clicar no botão 'Encaminhar'... é a vida...fazer o quê... foi o que eu fiz também...

sexta-feira, 11 de abril de 2008

A nossa maravilhosa língua mater II

Hoje queimaram a rosca.
Quem??
O padeiro.
Comprei uma rosca no supermercado perto de casa e não gostei quando vi que a rosca estava meio queimada.

Versão Mineira:
Uai, sô, quemaro a rosca.
Uai, sô, quem foi?
Uai, o padero, uai.
Fui lá no supermercado pertim de casa e comprei uma rosca, mas num gostei quando vi o trem e tava mei quemadim no fundo, uai.

Versão MSN:
qmaraum a rosk.
qem?
o padero
fui no spermercad pert d ksa e comprei 1 rosk mas naum gostei qdo vi q qemaraum ela.

Versão Asaçino do Portuga:
Oge queimarao a rosca.
Quem??
o padeiro.
Comprei, uma rosca no supermercado perto de caza e , não gostei guando vi que a rosca estava meio quemada.

Versão Deuses da Sapiência
Na presente data do calendário atual, elevaram a temperatura do receptáculo da iguaria ao ponto de deteriorar a integridade física do alimento.
Quem seria o responsável??
Oras, o manufaturador do alimento em questão.
Como dizia, na presente data, desloquei-me ao estabelecimento comercial para a aquisição de uma iguaria feita a base de amido e glucose, porém, no entanto, como já foi descrito, o manufaturador se absteu-se de atenção e permitiu que o adorável e suculento petisco entrasse em estado de quase combustão em sua parte inferior.

quinta-feira, 10 de abril de 2008

Evil Rose Pig

Acabei de crer: o porquinho cor-de-rosa está possuído!
Uma amiga veio em minha casa hoje e trouxe o filhinho dela, foi questão dele ver o animalzinho felpudo e ouvir sua malévola canção, que o menino caiu em pranto! E não era aquele choro de manha, do tipo "me dá, eu quero" e sim um choro assustadíssimo.
Estou começando a ter medo de manter esse bicho aqui. Parece que todo lugar que o coloco, ele me observa. Como se fosse um daqueles quadros antigos que parecem ter olhos vivos que nos acmpanham...

Eu tenho que arrumar uma maneira de me livrar dessa criatura from hell, antes que ele se livre de mim.

Votação

GALERA, NÃO ESQUEÇAM DE VOTAR EM UM NOME PARA O PORQUINHO COR-DE-ROSA, A ENQUETE ESTÁ AQUI DO LADO.

ABRAÇOS

quarta-feira, 9 de abril de 2008

A nossa maravilhosa língua mater

Agora a pouco deixei um "Volto Logo" no meu MSN e dei uma saidinha, ao retornar, um amigo perguntou porque eu demorei, quando disse o que tinha ido fazer, ele simplesmente riu. Motivo: só disse que tinha ido molhar o biscoito.
Bom, antes que o caro leitor também pense besteira, eu apenas fui tomar leite com biscoito e gosto de molhar o biscoito no leite aquecido, pois assim ele fica mais saboroso. Nada de mais.
Isso me fez pensar nas pegadinhas da nossa língua mãe, o adorável Português, que pra começar até parece piada de português mesmo, pois mesmo tendo o mesmo nome não se fala igual na Terrinha.
Os maiores perigos da nossa língua, são os termos de duplo sentido, se diz uma coisa e mentes maliciosas logo entendem outra completamente diferente, como o caso dos biscoitos molhados por exemplo.
Entre outros exemplos está o afogar o ganso. Muita maldade fazer isso com o pobre animal. E descabelar o palhaço? O coitado passa um bom tempo se arrumando para levar alegria ao seu público e alguém sem escrúpulos vem e desarruma o visual do pobre artista.
Outras pegadinhas estão no uso de letras que ocupam o lugar de outras. Quanta gente troca o x por z, ç por s ou c, s por z e por aí vai. Muita jente, com pouquícimas escessões conceguem escrever ezatamente tudo com ezatidão e na seguransa que estam escrevendo ou dijitando tudo corretamente como manda e como foi encinado o bom e correto português.
E quanto a Internet, essa maravilhosa ferramenta que tanto nos traz conhecimentos e diversão, eh uma otima fonte d burrificaçaum, pq devido ao fato q a pessoa precisa escrever + rapido, ela assassina d forma cruel e violenta o nosso portugues, ao ignorar acentuaçoes, pontuaçoes, maiusculas, palavras inteiras e etc e tal.
É, o remédio pra corrigir a escrita ainda é a leitura...
Pensem nisso.

terça-feira, 8 de abril de 2008

Mestre Homer

Homer Simpson é um sábio!!


“Existem três frases curtas que levarão sua vida adiante: ‘Não diga que fui eu!’, ‘Oh, boa idéia chefe!’ e ‘Já estava assim quando cheguei.’”

“Eu não sou normalmente alguém que ora, mas se você estiver aí em cima, por favor me salve Superman.”

“Você pode ter todo o dinheiro do mundo, mas há algo que jamais poderá comprar: um dinossauro.”

“Bom, esse quadro realmente mostra aquilo que parece ser.”

” Álcool… A causa e solução de todos os problemas.”

“Marge: podemos ter outro bebê? Homer: Não!! ainda nao perdi o peso que ganhei com o ultimo…”

“(no brasil dentro de um táxi abordado por um sequestrador)-isso aqui é um sequestro!! Homer:então eu não prciso pagar a corrida? iiahhuuuu!!!

Homer: “Certo cérebro, eu nao gosto de você e nem você de mim então faça tudo certo pelo menos uma vez para que eu possa continuar te matando com cerveja, certo?” Cérebro: “Negócio fechado!”

(recebendo a conta de telefone)
Homer: Burkina Fasso? Zona de Litígio? Quem ligou pra esses lugares?
Cérebro: Silêncio! Pode ter sido você! Eu não me lembro!
Homer: Ahh, eu vou perguntar pra Marge.
Cérebro: Nãão! Pra quê envergonhar nós dois? É só assinar um cheque que eu libero umas endorfinas!
(Homer assina o tal cheque)
Homer: Ahhh…

“Eu não estava mentindo! Estava escrevendo ficção com a boca.”

"Eu sei que eu não tenho sido um bom cristão, geralmente quando você está no seu bla bla bla eu estou desenhando ou dispindo mentalmente as paroquianas, mas me empresta U$40,000?"

"Por que eu tive que nascer pai?"

"olha aqui seu robô idiota ninguém acaba com as férias da minha família...... só eu, ou talvez meu garoto..!!!

"Ele já sabe como gosto do meu DRINK.... Com muito álcool!"

"Cala a boca Pensamento, ou te enfio uma faca."

"Deus, se quiseres que eu coma as oferendas não se manifeste de nenhuma maneira... ... Tua vontade será feita..."

"Se alguma coisa está dificil de ser feita, é porque não é para ser feita"

E a melhor: "A culpa é minha, eu coloco ela em quem eu quiser."

Vida longa ao filósofo Homer Simpson!!!

Leitura: ótimo hábito

Hoje um amigo veio me devolver um livro que eu emprestei pra ele há um ano e meio, isso porque terminou de ler agora!
O brasileiro tem um sério problema: não gosta de ler.
Sei de gente que visita meu blog e só olha os vídeos, o visual, os posts menores e só.
Não os culpo, tem leitura que realmente é muito chata.
Mas os maiores culpados são os pais e os professores. Sim, esses mesmos, justo eles que seriam os responsáveis pela educação da criança, nada fazem. Ao invés de incentivar a leitura, incentivam "saudáveis" hábitos, como deixar o moleque na frente da TV absorvendo tudo que é m***a que passa ali, desde letras instrutivas de músicas adoráveis como o Créu, a novelas globais com bastante conteúdo erótico (isso chama bastante a atenção dos futuros garanhões), desenhos extremamente agradáveis (não sei se uma esponja de roupa, aparentemente com tendências homossexuais - nada contra os gays, mas acho que se é pra mostrar, mostra e não deixa subentendido - incrivelmente mala, porque, se tem um sujeitinho mala, esse é o Bob Esponja, diferente do nosso amado Homer Simpson, ainda vou fazer um post sobre ele, daí digo o que penso sobre esse ícone), entre outras coisas que deixam nossos pirralhos preguiçosos (eu sei, vídeo games também fazem isso, são um veneno para qualquer um, mas é tão bom que acho que merece um perdão). Já os professores... esses são tão preguiçosos quanto os alunos (digo isso, pois fui professora e dei aula para ex-professoras e, sinceramente, ainda bem que sou autodidata).
Lógico que existem muitas pessoas que adoram ler, algumas até viciadas em leitura (assim como eu que por falta do que ler, leio até bula de remédio, rótulo de produtos ou letreiros eletrônicos repetidos indefinidamente, etc) e ótimos professores. São peças raras, mas existem as as pessoas deveriam ler mais, ler é uma viagem. Ainda mais, melhora o vocabulário, exercita o cérebro, entre outros benefícios. E principalmente, se as pessoas lessem mais, comprariam mais livros, se comprassem mais livros, o preço deles iria baixar, se o preço deles baixar, o custo para a publicação de um livro, seria mais em conta, se o preço fosse mais em conta, pobres escritores como eu poderiam ter a esperança de publicar.
Mas não estou dizendo, pobre não tem vez me

Obrigada aqueles que tiveram paciência de ler este post e outros anteriores e os seguintes.

quinta-feira, 3 de abril de 2008

Viciados em Drogas

Pude perceber ultimamente o aumento gradativo e alarmante dos usuários de droga do sexo masculino. Cada vez mais, os ditos "machões" estão se entregando ao vício de ver novelas!
Uma situação preocupante que eu presencio todos os dias, pois parentes meus, muitíssimo próximos e também os pais de amigos estão se grudando nas poltronas nos mesmos horários com o controle remoto em mãos e prontos para rosnar e morder no primeiro que se atrever a mudar de canal.
Foi-se o tempo que novela era coisa de mulher, terminar o serviço de casa, colocar os moleques pra brincar e ir ver a novela, aproveitar o intervalo entre elas pra fazer a janta pro maridão. Em tempos áureos, o marido que queria ver o jornal ou o futebol e a patroa a novela, hoje não, mulher não anda "tendo saco" pra ver novela, a não ser que na mesma (normalmente novela das 19h da Globo) estejam um monte de belos e charmosos (ui, da até um calorzinho hehe) rapazes andando sem camisa pra cima e pra baixo em todos os capítulos e para não perder a "clientela" masculina, inserem umas gostosas com pouca roupa (e menos talento ainda) e uma pitada de aventura. Uma novela dessas até que dá pra assistir um capítulo ou outro, até se perder na pobreza do roteiro e ver que os rapazes não são lá grandes coisas (ainda prefiro meu namorado, na minha humilde opinião, ele dá de 10 nesses marmanjos marombados).
Eu disse Viciados em drogas no título do post, porque essas novelas, principalmente da Globo e agora, despontando, as da Record, mais parecem droga: viciam, burrificam as massas e de fácil acesso, não adianta colocar que é pra uma certa faixa etária que a molecada vê tranqüilamente e os pais deixam. SBT e Band eu nem cito. Aquilo é droga pesada! Novela mexicana do SBT é simplesmente um porre e mais porre ainda quando a emissora resolve "criar" a própria novela baseada (pra não dizer copiada) na mexicana original, com direitos a atores medíocres, falas super falsas, cenários paupérrimos e por aí vai.
Feliz de quem tem TV a cabo.

Nota: por mais que eu odeie novela, devo admitir que elas têm uma vantagem, enquanto estão assistindo novela, os pais fazem menos filhos, conseqüentemente, freiando o crescimento populacional. O planeta agradece.

Dai-me forças, Senhor...

Em primeiro lugar gostaria de pedir desculpas pela brincadeirinha do Primeiro de Abril, mas é que não resisti.

Ultimamente, mesmo andando com fone de ouvido, curtindo meu bom e velho metal, sou obrigada a ouvir, proveniente de carros dirigidos por pessoas "muito cultas e inteligentes" que colocam aquela parafernália toda de som automotivo, belas canções como "Atoladinha", "Piriguete", "Dança do Créu", entre outras beldades da nossa adorável música do povão.
Mas convenhamos, essa tal Dança do Créu não tem nem descrição cabível.
"Pra dançar créu tem que ter disposição
Pra dançar créu tem que ter habilidade
Pois essa dança, ela não é mole não
Eu venho te falar, são cinco velocidades
A primeira é devagarzinho, só o aprendizado
Créééééééééééééééu...(3x)
Se ligou? De novo!
Créééééééééééééééu...(3x)"

E o restante nem compensa citar, um desfile de palavras sábias e inspiradoras. Fico imaginando o QI de uma pessoa que ouve isso e ainda gosta. Porque quem faz, ainda vá lá, conseguir criar algo que leve massas de descerebrados ao delírio e à devoção por conta de uma ... letra dessas, tem que ser bom.
Fico pensando numa coisa, se acontecesse aqui no Brasil um ataque de mortos-vivos igual nos filmes do George A. Romero (Noite dos mortos-vivos, Madrugada dos Mortos, Dia dos Mortos, Entardecer dos Mortos, E não sei mais o que dos Mortos), nos quais essas criaturas se alimentam de cérebros, os pobres coitados poderiam se inscrever no programa Fome Zero do Quatro Dedos, porque, com certeza, não encontrariam muito alimento por aqui, a começar pelo nosso representante máximo no poder.
Se tem uma coisa que eu prezo muito são os meus sentidos, mas diante de coisas como essas, eu bem que gostaria de uma surdez temporária...

quarta-feira, 2 de abril de 2008

Fim do Blog

Infelizmente venho me despedir dos meus amigos leitores desse blog, pois ando meio sem tempo. Foi bom enquanto durou.
Foi bom tê-los feito rir um pouco e também me diverti, expressando minhas opiniões e meus pontos de vista sobre os mais variados temas.
Mas o que mais foi bom, foi conhecer quem era realmente o porquinho cor-de-rosa. Ele me mostrou um mundo fofo e lindinho que eu estava perdendo. São tantas coisas fofuchas, meigas e rosas, que não sei como pude ficar longe delas a minha vida inteira. Ele agora faz parte de minha vida como meu melhor amigo e mentor.
Adeus amigos e até algum dia em algum outro blog qualquer. Vou ser, a partir de hoje, uma pessoa mais centrada e deixar minhas opiniões pra mim mesma.
Abraços a todos. Longos dias e belas noites.




(selecione o texto secreto abaixo para uma última mensagem de despedida)
PRIMEIRO DE ABRIL!!!!! HAHAHAHA!!!!!!!!! PEGUEI!!!!

terça-feira, 1 de abril de 2008

Pérolas do Youtube 2

Tem um vídeo muito legal que rola no Youtube que se chama Evolução da Dança, onde um cara (muito bom por sinal) mostra um pouco do que foi a dança nas últimas décadas.



Mas aí fizeram essa sátira:



Dá-lhe Optimus Prime!!!

Nomofobia

Calma, isso não é nenhum palavrão.
É apenas uma nova doença que descobriram. Digo nova porque é um mal da nossa época, onde tecnologia comanda o mundo e, principalmente, nossas vidas.
Ops, esqueci de dizer o que é essa doença. Depois eu falo.
Voltando ao assunto, a tecnologia fez com que problemas fossem resolvidos de forma mais rápida e fácil, problemas esses que não existiam antes. Tenho quase trinta anos e portanto acompanhei o desenvolvimento de muitas coisas, quando era criança nem sabia o que era um celular, por mais que minha imaginação voasse solta, nunca passou pela minha cabeça que algo como um DVD pudesse surgir, que crianças brincariam com bichinhos virtuais ou que uma porcariazinha do tamanho de um isqueiro teria capacidade de guardar tanta música. Mas não sei porque, as crianças daquele tempo pareciam mais inteligentes, espertas e incrivelmente felizes e criativas. Hoje não, tudo tão fácil, elas não pensam mais, aliás ninguém pensa mais, ninguém lê mais, ninguém para pra simplesmente "curtir" uma música.
Espera, o nome da doença é feia, mas não é perigosa. Já falo.
Era tão legal correr pra rebobinar uma fita antes de entregar na locadora, brincar com briquedos reais e amigos reais, nada virtual. É tão bom pegar um livro e sentir aquele cheirinho de novo ou de velho, ambos tem o seu charme especial e sentir a textura do papel ao passar as páginas e não só usar a barra de rolagem da janela. Era mais legal pedir aquela fitinha cassete pra um amigo pra copiar no som com duplo deck do que simplesmente fazer o download da música.
Enfim, era bom o mundo menos tecnológico. Sou viciada em computador sim, amo mp3, tenho uma grande coleção de DVDs, mas também sou nostálgica.

Ah, sim, a doença. É apenas o vício em celular e outros métodos de comunicação. Se quiser saber mais sobre ela, clique aqui ou aqui.